iniciar sessão

Notícias

Honda NC750S 2018

Honda NC750S 20181. Introdução

A NC750S é uma moto excepcionalmente "amiga" do seu condutor: é fácil de conduzir e muito económica, tanto em termos de valor de compra inicial, como de custos de manutenção. Este é um modelo que apela muito a condutores de todas as idades, tanto a motociclistas já experientes e que procuram uma moto capaz e económica para enfrentar o trânsito das cidades, como a condutores mais jovens que querem um modelo que lhes permita dar o passo em frente nas suas carreiras de motociclistas, subindo assim de um modelo de menor cilindrada e que prezam as performances, a economia, a funcionalidade e o prazer que podem retirar da sua primeira moto "grande".

E é exactamente isso que se pode esperar da NC750S. O seu motor bicilíndrico paralelo está cheio de binário que se desenvolve facilmente na gama de baixa a média rotação. O espaço de arrumação tem excelente capacidade e está situado no local normalmente reservado ao depósito de combustível e a versão equipada com o exclusivo sistema DCT de dupla embraiagem da Honda destaca-a das demais propostas naked de média cilindrada.

A combinação das formas compactas, banco de altura reduzida ao solo, ciclística que inspira toda a confiança e consumos extraordinariamente reduzidos, resulta num modelo fantástico, acessível e extremamente prático.

 

2. Generalidades do modelo

Tal como a NC750X e a Integra, a NC750S é fabricada com base na unidade de dois cilindros e 745 cm³ que debita um binário muito forte na gama de baixa a média rotação; assim, este motor pode oferecer acelerações fortes logo desde muito baixa rotação com consumos de 28,6 km/l (3,49 l/100 km) (em modo WMTC). O motor, montado em posição inclinada para a frente, permite baixar o centro de gravidade da moto e oferecer assim uma condução mais estável; por outro lado, esta disposição cria espaço para o compartimento de arrumação no local normalmente ocupado pelo depósito de combustível. O banco de 790 mm de altura e a ciclística compacta criam uma posição de condução simples e de confiança, com o chão ao alcance fácil dos pés.

A embraiagem da caixa DCT tem uma sensibilidade natural e muito leve, centrada na posição de acelerador aberto/fechado. Por outro lado e adicionalmente ao modo de condução automática D, podemos encontrar agora 3 níveis no modo S, que nos oferecem uma condução mais desportiva.

Também para 2018, a NC750S vai estar disponível numa versão de 35 kW para que os detentores de carta A2 possam apreciar a condução oferecida por este modelo. Na altura certa, este modelo limitado pode ser convertido em modelo "full power" num concessionário Honda.

 

3. Características principais

3.1 Estilo e Equipamento

 

  • Compartimento de arrumação de 21 litros – com capacidade para um capacete integral
  • Painel de instrumentos personalizável tipo rally e de LCD negativo
  • Chave ondulada com sistema imobilizador da Honda (HISS)

 

A filosofia pela qual se pauta o design da NC750S pode ser resumida no mote ‘"Performances Sensuais"; a condução deste modelo é assim melhorada e realçada e constitui uma experiência memorável para os nossos dois principais sentidos: a visão e a audição. O farol é pequeno mas a lente translúcida confere-lhe uma presença muito distinta. Um dos pontos mais fortes de venda da NC750S continua a ser um que não está imediatamente aparente – o seu compartimento de arrumação com 21 litros de capacidade (no local onde normalmente encontramos o depósito de combustível) e que tem capacidade para albergar um capacete integral.

Os instrumentos são do tipo LCD negativo; as informações incluem conta-quilómetros totalizador, conta-quilómetros parciais, indicador de mudança engrenada, indicadores de consumos e de economia e mais um indicador para os punhos aquecidos de instalação opcional. A chave ondulada oferece uma sensação acrescida de modelo premium.

A cor da barra do conta-rotações pode ser personalizada pelo condutor que pode escolher uma de 9 opções. Também é possível definir as cores para se alterarem consoante a mudança engrenada, a gama de rotação ou o modo de condução (esta última na versão com DCT).

Os modos ECO e SHIFT são outras opções para a condução com o mostrador definido apenas para uma cor ou (na versão com DCT) definido consoante o modo. O modo ECO muda o mostrador para azul-claro se a condução for económica e para verde se for ainda mais económica. O modo SHIFT muda para laranja se a rotação do motor exceder um nível pré-determinado pelo condutor.

Para 2018, a NC750S vai estar disponível em 3 esquemas cromáticos:

Preto Graphite/Castanho Pérola

Preto Graphite/Azul Metalizado

Vermelho Candy Chromosphere

 

A gama de acessórios genuínos Honda inclui um novo porta-bagagens traseiro de design específico, uma top case de 35 litros, malas laterais de 29 litros, sacos interiores para as malas e top case, descanso central, punhos aquecidos com 5 níveis de regulação, um cadeado em U e tomada de CC para acessórios.

 

3.2 Motor

 

  • Picos de potência/binário de 40,3 kW/6/ N·m, respectivamente
  • Disponível em versão de 35 kW adequada a detentores de carta A2
  • Autonomia de 400 km graças ao depósito de 14,1 litros de combustível
  • O intervalo de rotações acontece desde as 900rpm até às 7.500rpm
  • Caixa manual de 6 velocidades e manete de embraiagem de excelente sensibilidade

 

O design do motor de dois cilindros paralelos da NC750S, com refrigeração por líquido e cabeça SOHC de 8 válvulas, oferece performances fortes na gama de baixa a média rotação. A sua arquitectura de curso relativamente longo e as câmaras de combustão de formato especial combinam-se com uma cambota de elevada massa de inércia para produzirem binário elevado. O pico de potência de 40,3 kW surge às 6.250 rpm, com o pico de binário de 68 N·m aparecer às 4.750 rpm. Para 2018, o limite de rotações passou para as 7.500rpm, permitindo a utilização natural do motor até um patamar mais elevado.

Para que possua apenas carta A2, a X-ADV vai estar disponível em versão limitada de 35 kW; mais tarde, após a graduação carta de condução sem limitações, a X-ADV pode ser convertida facilmente num modelo "full power" em qualquer concessionário Honda. Do mesmo modo, os concessionários Honda também podem limitar a versão "full power" a uma potência de 35 kW, através da substituição da rampa de aceleração de série e da reprogramação da ECU. Na maioria das situações, esta limitada no pico de potência não se faz sentir e os tempos de aceleração dos 0 aos 100 m são idênticos aos da versão "full power".

Os dois veios de equilibragem anulam as vibrações de inércia a alta rotação, refinando ainda mais um motor, deixando sobressair a sonoridade distinta dos 270° de desfasamento da ordem de ignição. O diâmetro e o curso são de 80 x 77 mm. Com o número de componentes reduzido ao mínimo, o motor é leve, eficiente e fiável; onde possível, os componentes foram pensados para executarem mais do que só uma tarefa: a árvore de cames também acciona a bomba de água e um dos veios de equilibragem comanda a bomba de óleo.

O silenciador de formato pentagonal e baixo peso usa duas câmaras unidas por um tubo de ligação furado que trabalha como câmara de ressonância final e criam uma sonoridade profunda e distinta, com um pulsar excelente. O catalisador incorporado tem estrutura dupla e permite obter emissões mais baixas.

O motor da NC750S tem homologação EURO4 e emissões de CO2 de 81 g/km e consumos de 28,6 km/l (3,49 l/100 km) (em modo WMTC), que permitem uma autonomia superior a 400 km por cada depósito de 14,1 litros colocado debaixo do banco.

 

3.3 Transmissão de Dupla Embraiagem

 

  • O controlo Adaptativo da Capacidade da Embraiagem oferece uma sensibilidade natural
  • Modo S com 3 níveis

 

A tecnologia DCT da Honda está agora no seu oitavo ano de produção e a cada ano que passa ganha ainda mais popularidade nas motos onde pode ser instalada como opção. A caixa DCT usa duas embraiagens: uma para o arranque e para a 1ª, 3ª e 5ª velocidades; a outra embraiagem serve a 2ª, 4ª e 6ª, velocidades, com o veio primário de cada embraiagem localizado no interior, oferecendo assim uma montagem muito compacta. Cada embraiagem tem controlo independente pelo seu próprio circuito electro-hidráulico.

O sistema DCT oferece dois modos automáticos e um modo MT com mudanças manuais. O modo normal automático é o modo D, ideal para a condução normal ou em vias rápidas e a máxima economia. O modo S – que realiza as mudanças (tanto mais altas, como mais baixas) a rotação mais elevada do que no modo D permite uma condução mais desportiva – com três níveis de performance.

Alguns condutores preferem conduzir nas mudanças mais altas e outros com mudanças mais baixas; os três modos permitem assim adaptar a caixa ao estilo de condução de cada um. O nível seleccionado fica memorizado e passa a ser o modo S por defeito para os ciclos de condução seguintes. Isso também é indicado no painel de instrumentos.

A caixa DCT usada na NC750S possui um "Controlo Adaptativo da Capacidade da Embraiagem" que gere a quantidade de binário transmitido. Esta funcionalidade dá uma sensibilidade muito leve à embraiagem ao abrir e fechar o acelerador, para uma condução muito mais suave. Outras melhorias incluem a operação rápida do interruptor N-D ao ligar a ignição e um sistema de controlo em modo AT para detectar o ângulo de inclinação das subidas ou descidas e melhor adaptar o padrão das mudanças à situação específica.

 

3.4 Ciclística

 

  • Quadro robusto tipo diamante em aço
  • Baixo centro de gravidade e direcção com 35° de amplitude
  • Forquilha dianteira de 41 mm e suspensão traseira Pro-Link
  • Travão dianteiro com disco de 320 mm e pinça de dois êmbolos e travão traseiro com disco de 240 mm e pinça de um pistão

 

O quadro robusto tipo diamante em aço oferece os elevados níveis de rigidez para uma condução ágil e de boas respostas numa diversidade de condições. Este quadro é também ideal em situações onde o espaço assuma a maior importância, porque ocupa um volume muito reduzido mas oferece uma dinâmica de condução soberba. O ângulo da coluna da direcção é de 27° e o eixo de arraste (trail) vale 110 mm, para uma distância entre eixos de 1.450 mm com uma distribuição do peso entre a dianteira e a traseira de 48/52. O peso em ordem de marcha é de apenas 217 kg (227 kg na versão com DCT).

O banco está a 790 mm de altura e a sua ergonomia coloca o condutor numa posição firme e em controlo, com o guiador ao alcance fácil das mãos. A largura do guiador oferece excelente efeito de alavanca a todas as velocidades e a amplitude de 35° (de batente a batente) – em conjunto com o baixo centro de gravidade – tornam a NC750S um modelo perfeito para "furar" o trânsito congestionado das cidades. O conforto do passageiro é assegurado pelas duas pegas.

A forquilha telescópica possui 41 mm de diâmetro e 120 mm de curso. O mono-amortecedor atrás também tem curso de 120 mm e acciona um sistema Pro-Link, com excelente equilíbrio de um curso inicial macio para enfrentar bem os ressaltos a baixa velocidade e um controlo geral fantástico.

O sistema de travagem dianteiro tem um disco ondulado de 220 mm e pinça de dois êmbolos e oferece uma potência de travagem em abundância e muito fácil de modular; como complemento, o travão traseiro tem um disco ondulado de 240 mm e pinça de um só pistão. O sistema ABS de dois canais é de peso reduzido e oferece uma travagem poderosa e de confiança, mesmo nas superfícies molhadas e escorregadias.

As válvulas dos pneus em alumínio forjado e de formato em L facilitam a verificação e o ajuste da pressão do ar; a jante de alumínio fundido à frente tem dimensões de 17 x 3,50 polegadas e de 17 x 4,50 polegadas atrás e os pneus são de tamanho 120/70 ZR17 e 160/60 ZR17, respectivamente.

 

4. Especificações Técnicas

 

MOTOR

 

Tipo

Bicilíndrico paralelo, SOHC, 8 válvulas, 4 tempos, refrigeração por líquido

Cilindrada

745 cm³

Diâmetro x Curso

77 mm x 80 mm

Relação de compressão

10,7 : 1

Potência máxima

40,3 kW às 6.250 rpm (95/1/CE)

Binário máximo

68 N·m às 4.750 rpm (95/1/CE)

Capacidade de óleo

MT: 3,7 litros DCT: 4,1 litros

Emissões de CO2

81 g/km

SISTEMA DE COMBUSTÍVEL

 

Alimentação

Injecção electrónica PGM-FI

Capacidade do depósito

14,1 litros

Consumos

MT: 28,6 km/l (5,15 l/100 km) (modo WMTC)

DCT: 28,6 km/l (5,15 l/100 km) (modo WMTC – testado em modo D)

SISTEMA ELÉCTRICO

 

Arranque

Eléctrico

Capacidade da bateria

12 V/11,2 AH

Potência do alternador

MT: 420 W/5.000 rpm

DCT: 450 W/5.000 rpm

TRANSMISSÃO

 

Tipo de embraiagem

MT: Embraiagem húmida, multi-discos

DCT: 2 embraiagens hidráulicas húmidas, multi-discos

Tipo de transmissão

MT: Caixa manual de 6 velocidades

DCT: Caixa de dupla embraiagem com 6 velocidades

Transmissão final

Por corrente

QUADRO

 

Tipo

Diamante; tubos de aço

CICLÍSTICA

 

Dimensões (C x L x A)

2.215 mm x 775 mm x 1.130 mm

Distância entre eixos

1.520 mm

Ângulo do avanço

27°

Eixo de arraste (Trail)

110 mm

Altura do banco (mm)

790 mm

Altura ao solo

140 mm (mínimo)

Peso em ordem de marcha

MT: 217 kg

DCT: 227 kg

SUSPENSÃO

 

Dianteira

Forquilha telescópica de 41 mm de diâmetro e 120 mm de curso

Traseira

Mono-amortecedor com braço oscilante tipo Pro-Link, 120 mm de deslocamento do eixo

RODAS

 

Dianteira

Alumínio fundido, raios múltiplos

Traseira

Alumínio fundido, raios múltiplos

Dimensões da jante dianteira

17M/C x MT3,50

Dimensões da jante traseira

17M/C x MT4,50

Pneu dianteiro

120/70-ZR17M/C (58W)

Pneu traseiro

160/60-ZR17M/C (69W)

TRAVÕES

 

Tipo de ABS

ABS de 2 canais

Travão dianteiro

Sistema hidráulico de um disco ondulado de 320 mm, pinça de 2 êmbolos e pastilhas em metal sinterizado.

Travão traseiro

Sistema hidráulico de um disco ondulado de 240 mm, pinça de 1 êmbolo e pastilhas em resina moldada

INSTRUMENTOS E SISTEMA ELÉCTRICO

 

Instrumentos

Velocímetro digital, conta-rotações digital de barras, relógio, indicador do nível de combustível por barras, dois conta-quilómetros parciais, indicador de mudança engrenada, indicadores de consumo instantâneo e médio e luz avisadora da temperatura do motor.  

Sistema de segurança

Imobilizador HISS

Farol

TIPO DAS LÂMPADAS: 12 V; 60 W x 1 (máximo)/55 W x 1 (médio)

Farolim traseiro

LEDs

 

Todas as especificações são provisórias e ficam sujeitas a alterações sem aviso prévio.

Queira notar que os valores apresentados foram obtidos pela Honda segundo condições de teste normalizadas prescritas pelo WMTC (World Motorcycle Test Cycle – Ciclo de Testes Mundial para Motos). Estes testes foram realizados durante a condução em estrada com uma versão base da moto, apenas com o condutor e sem equipamentos adicionais. Os valores reais de consumo podem variar consoante a forma de condução, a manutenção realizada ao veículo, as condições atmosféricas e da estrada, a pressão dos pneus, a presença de acessórios e/ou de carga, do peso do condutor e do passageiro e outros factores.

 

Galeria

 

Best gambling websites website