iniciar sessão

Ensaios

Honda Civic 2017

  • Escrito por Pedro Frutuoso
  • Publicado em Ensaios
  • Visualizações: 514

Estávamos em 1973, ano em que se fez a primeira ligação através de um telefone móvel, as Bahamas declaravam a sua independência e a Honda lançava o seu modelo de maior sucesso, o Honda Civic. Volvidos mais de 40 anos e chegamos agora à décima geração deste modelo que vendeu mais de 70000 unidades em Portugal e mais de 24 milhões de unidades em mais de 170 países.

A nova geração do Honda Civic está mais crescida, mais madura, e mais desportiva que nunca. O chassis, totalmente novo, é mais comprido, mais largo e mais baixo que a geração antecessora, composto por uma estrutura rígida que diminui a tensão e aumenta a rigidez do conjunto, conseguindo ainda assim ser 16 quilos mais leve que a geração anterior, graças à inteligente escolha de materiais. A suspensão traseira é agora composta por um sistema Multi-link que beneficia bastante o comportamento desportivo garantido o conforto dos passageiros.

 

O interior foi redesenhado e conta agora com um painel de instrumentos central digital que permite escolher o que ver, desde o GPS até à estação de rádio, passando pela pressão do turbo. É até possível desactivar o conta-rotações e simplificar o mostrador.
O espaço interior foi beneficiado e a capacidade de bagagem também, embora tenha deixado de existir o sistema de "Magic seats" que já era uma característica deste modelo.
Houve também um esforço da Honda para garantir um melhor isolamento no interior, com a utilização de novos materiais e um vidro que garante ainda mais isolamento acústico.

A Honda apelidou o seu novo sistema de segurança de Honda-Sensing e equipou todas as versões do novo Civic com este pacote. Tecnologias como o CMBS (Collision Mitigation Brake System), o ACC (Adaptive Cruise Control) ou o LKAS (Lane Keeping Assist System) são agora de série, tornando esta geração do Honda Civic a mais segura de sempre.

Debaixo do capot também há novidades, com a chegada dos novos motores 1.0 e 1.5 da série Earth Dreams Technology, ambos a gasolina e ajudados por um turbo.
O pequeno bloco de um litro conta com 3 cilindros e chega aos 129 cavalos de potência e 200 Nm de binário, sendo muito agradável de usar e mostrando-se disponível em qualquer rotação.
O "1500", de 4 cilindros em linha, foi pensado para os mais despachados, debitando 182 cavalos e 240 Nm de binário. Ainda assim consegue manter os consumos contidos numa utilização regular.
Ambas as motorizações estão disponíveis com caixa manual de 6 velocidades ou com a caixa CVT, que simula 7 velocidades e permite a troca das mesmas através de patilhas no volante. No caso da caixa CVT o binário é reduzido em 20 Nm em ambas as cilindradas.
A motorização diesel, o já conhecido 1.6 i-DTEC, chegará a Portugal no final do ano apenas.

No geral o novo Honda Civic está mais maduro, maior, mais despachado e mais económico. O design arrojado pode não convencer todos para já, mas certamente que será um carro muito visto nas nossas estradas.

O Honda Civic está disponível em 7 cores, e 4 níveis de equipamento no bloco 1.0 e 3 no bloco 1.5. Chega a Portugal já em Março.

Honda Civic 1.0 VTEC Turbo:
Comfort : 23.300€
Elegance : 25.530€
Executive : 28.830€
Executive Premium : 29.730€

Honda Civic 1.5 VTEC Turbo:
Sport : 31.710€
Sport Plus : 33.710€
Prestige : 34.710€

A caixa CVT tem um custo adicional de 1300€, e a pintura metalizada de 550€.

 

 

Best gambling websites website